quarta-feira, 12 de junho de 2013

Uma História: Minha e Dela.

Início

 

            A vida sempre nos surpreende, de tempos em tempos, ao virar uma esquina, ou ao subir uma escada. E entre um gole e um trago algo acontece.

O olho que você sempre procurou te encontra, no meio de uma piscada e um suspiro. E nos segundos contados de um trago, um sorriso te assola, sobe pelas suas costas, como um arrepio silencioso e lento. As mãos suadas se escondem em bolsos pequenos. Os pensamentos se encontram na pele e sentem inveja do tecido. A vontade se manifesta  e num fechar de olhos se torna alcançável, mas só em pensamento. A boca saliva, o olho disfarça.

As palavras saem por entre risadas e toques velados. O toque, que não acontece, o cigarro não compartilhado, e o cabelo que acompanha o movimento do corpo. O toque final. Por diferentes ângulos, com um olhar de lado, você se apaixona, e sente que algo une um ao outro, sem entender, sem querer, sem saber. O ciúme repentino se manifesta, inexplicável, mas não é declarado.  Toma conta do corpo dolorido, cansado e resistente.

E no andar de despedida, degrau por degrau...uma mão no rosto, um beijo, um canto, um gosto.

E nos movimentos lentos de uma descida, em câmera lenta me despeço, com o movimento do cabelo e o salto vermelho, as últimas horas voltam, em um turbilhão que faz o corpo tremer, que para de repente, nos lábios com um gosto doce, e com algo dentro do peito.

Eu sabia quem.

Meio




E foi assim que você entrou  na minha vida, talvez com um pouco mais de palavras e gestos. Abriu todas as portas com seu sorriso (e já no toque da brasa na pele eu te chamei, em segredo, de linda).

Desde aquele dia eu desejei seu gosto, mas me satisfazia pensando em sua companhia. Entre músicas, poemas e conversas virtuais que eram reais, eu me apaixonei. E te desejei mais. Durante três meses senti sua ausência, em tudo o que me cercava. Para em um sábado, descobrir o verdadeiro gosto, não de um canto, mas de um todo.  O gosto da felicidade à muito esquecido. Encontrei ali, o abraço que sempre procurei.

Um dia que teve alimento para a alma e para o corpo, poemas que foram cravados na pele, prazer para a vida e corpos cansados, que amanheceram colados, de se amarem a noite toda.A manhã teve cheiro de café fresco, que não se sabe se saía da xícara ou dos corpos, um silêncio carinhoso, que foi sentido e tocado.

Eu sabia quando.

Hoje



Passaram-se alguns meses, as músicas se multiplicaram, os poemas se manifestaram e o café se tornou uma estrada,  na qual sentamos, conversamos e rimos.  Nesse tempo, você me deixou entrar na sua vida, e do seu jeito você me completou, fez as dores passarem, a tristeza morrer e me mostrou caminhos, sentimentos, sonhos, cores e olhares.

Com seu abraço descobri tudo o que eu preciso, e eu me vi amando a pessoa que sempre amei, de quem não conhecia o rosto, mas tinha o nome dentro de mim. Sem entender muita coisa isso cresceu, se transformou em algo maior do que eu, e em uma chave de madrugada, eu tentei demonstrar o que eu sinto.

As palavras começaram a faltar, por não serem tudo o que eu precisava.  Não existe no mundo palavras suficientes para escrever o meu amor por você, mas eu sei que ele se escreve com dois B´s. Te ofereço estrelas como forma de compensar minha ausência, e tento de todas as maneiras que elas sempre brilhem para você.

Muitas vezes, escritores perdem o foco com palavras bonitas, mas não hoje. Hoje essa história termina seca e direta.

Nunca pensei que sentiria por alguém o que eu sinto por você. Sei que parecem falas de um apaixonado, e é verdade, mas são verdadeiras. Minha vida sem você não tem mais sentido, e isso é simplesmente pelo fato de que com você, é tudo mais gostoso.  Eu sinto sua falta, e quero compartilhar cada momento com você.

Sinto muitas dores no meu peito, muitas são de saudades, outras de impotência por  não conseguir te ajudar, e algumas por medo. Medo é uma palavra forte, mas ele existe, um poeta disse que quem ama sente medo. Eu sinto e amo.

O medo é de te perder, não que eu não confie em você, ou que duvide do que você sente por mim. Eu sinto, eu sei, eu confio...mas hoje na minha vida você é a coisa mais importante, e todos os meus planos (que eu nunca tinha feito ) são para ficar com você.

Você ganhou essa importância, e nem foi devagar, ou aos poucos, foi de uma vez, forte e suave, como você. Você ocupa um lugar que nunca teve dono, essa é a diferença. É a primeira vez que ele é ocupado, é seu.

Eu me entreguei com tudo o que eu tenho pra você, pelo simples fato de que vale à pena. Eu vejo em você mais do que uma mulher, vejo uma pessoa linda, e quando eu penso em você, não vejo o menor problema em passar a vida do seu lado.

Sei que algumas coisas são mais bonitas na fantasia, mas a realidade é mais gostosa. O que eu sinto por você é amor, não sei explicar.  Quero ficar do seu lado, de mãos dadas e caminhar por onde a vida nos levar.
A única coisa que você precisa saber é que hoje, em mim, só existe você. E cada dia que passa esse sentimento cresce. Digo que sou só seu, porque eu sou. Você me ganhou e antes de tudo, eu escolhi ser só seu.

Sou e quero ser:  só seu!

Quero, de verdade, me casar com você.  Meus motivos: você me completa, amo cada detalhe seu, minha vida sem você é sem graça, do seu lado sou feliz, você me faz rir, me faz bem, você é uma mulher suave, forte e cheia de vida, que me inspira, me dá tesão de viver e me faz ser melhor. Acho você a mulher mais linda do mundo, inteligente e acima de tudo, eu quero te amar cada vez mais.

Não vou ficar dando motivos, alguns são secretos, e outros escrevo no seu corpo.

O que você precisa saber:

Sei que você não é perfeita, mas eu também não.  Sei de todos os problemas que vamos enfrentar, sei de todos os dias chatos e da rotina, sei das brigas...sei de tudo, das partes boas e ruins.

E sabe de uma coisa? Foda-se, eu quero é você do meu lado. E se algum dia, por acaso, nós cairmos, eu vou ser o primeiro a levantar e te pedir em sussurro: enfrenta comigo?

Eu te amo (é só isso e nada mais).

Eu sei quem, onde e quando.




Um comentário: